Movimentando uma ordem de serviço

A tela de movimentação da ordem de serviço envolve o lançamento de requisições e devoluções de produtos ao estoque.

Como vincular gastos à ordem de serviços

Quando ocorrem pagamentos de serviços e produtos voltado a uma ordem de serviço específica, deve-se vincular o gasto à OS na própria tela de lançamento de compras.

Como apropriar o custo de MOD

Quando a empresa possui funcionários da área de serviços em regime CLT, considera-se que esta possui à sua disposição uma quantidade de horas/mês para utilizar.

Para que seja possível o apontamento da quantidade de horas trabalhadas na ordem de serviço, é necessário criar um Produto: HORAS TRABALHADAS. A cada ordem de  serviço, faz-se a requisição da quantidade de horas nela trabalhada, com isso é possível agregar o custo da MOD ao serviço.

Conforme decisão da empresa, o custo da HORA TRABALHADA poderá variar por centro de custo, por funcionário ou global (considerando o gasto total de salários da área de serviços).

Caso a opção seja o custeio por Centro de Custo ou por Funcionário, deve-se criar a variante Centros de Custos ou Funcionários. A variante deve ser vinculada ao produto HORA TRABALHADA.

Para cada item da variante, informa-se o custo standard calculado com base no valor hora do centro de custo ou do funcionário.

Considerações sobre os métodos:

  • No mês, lança-se o pagamento dos salários, lançando como item o produto HORA TRABALHADA. Com isso, será adicionada ao estoque a quantidade de horas por funcionários ou centros de custos;
  • Ao requisitar as horas nas OSs, reduz-se a quantidade disponível em estoque;
  • Ao final do mês, verifica se restou saldo em estoque. Neste caso, faz-se uma requisição avulsa para que o estoque seja zerado. O saldo de horas requisitado de forma avulsa é considerado como uma despesa.

Quando se utiliza estruturas, é possível gerar as requisições automáticas.

Para geração, o ERPFlex avalia se existe saldo em estoque do componente. Caso não haja estoque disponível para um dos componentes, nenhuma requisição será gerada (exceto se configurado Permitir estoque negativo).

Custeio das requisições

A valorização das requisições é sempre pelo custo médio, exceto se este estiver negativo; nesse caso, o ERPFlex aplicará o custo standard.

Gerando requisições automáticas icone roteiro

  1. Clique no botão Gerar Requisições.
    Com base na estrutura, serão listados os componentes e as quantidades necessárias para execução do serviço.
  2. No campo Quantidade a produzir é apresentada a quantidade a ser executada. Você pode alterar a quantidade se precisar, por exemplo, realizar uma execução parcial ou até maior.
  3. Em seguida, clique no botão Calcular Necessidades.
    As quantidades dos componentes serão ajustadas. Observe que são exibidos o saldo disponível no estoque, custo unitário, custo total de cada componente e o custo total das requisições (na parte inferior da tela).
  4. Se precisar ajustar a quantidade sugerida para os componentes, clique no botão Alterar.
  5. Para excluir um componente da lista de requisição, clique na caixa Excluir para marcá-lo.
  6. Se quiser adicionar algum outro componente, utilize o botão +Incluir.
  7. Conclua o processamento, clicando em Gerar Requisições.
  8. Agora, confirme a geração das requisições, clicando em Sim na mensagem de alerta.
    Caso falte saldo em estoque de algum componente, é possível alterar a quantidade ou marcar o componente para exclusão e clicar novamente em Gerar as Requisições.
    Pronto! A partir da estrutura do produto, as requisições foram incluídas e valorizadas pelo custo nas movimentações da OS.
  9. Se necessário, é possível editar as requisições, clicando na caixa Expandir Todos e, em seguida, no botão Alterar ao lado da requisição/devolução. Utilize o botão Excluir para remover a requisição.

Utilizado para gerar requisição (saída), devolução (entrada) e transferência dos produtos avulsas, por exemplo, de itens que não estão na estrutura do serviço.

Incluindo uma Requisição ou Devolução manual icone roteiro

  1. Clique no botão Requisição/Devolução,
  2. Marque o botão de opção Requisição (saída) ou Devolução (entrada), e preencha os campos conforme a seguir:

    Docto

    Se mantido em branco, o ERPFlex executa a numeração sequencial automática na gravação

    Data

    Apresenta a data atual para registro do movimento; altere, se necessário.

    Produto

    Selecione o produto a ser requisitado (saída) ou devolvido (entrada) ao estoque.

    Variante

    Se o produto tiver variante, marque o item a ser movimentado.

    Armazém

    Selecione o armazém a ser movimentado. Caso queira movimentar lotes, utilize apenas botão Armazém/Lote.

    Quantidade

    Digite a quantidade movimentada.

    Armazém/Lote

    Utilize esse botão se precisar movimentar armazém diferente e/ou informar lote.

    Na tela de edição dos armazéns/lote, clique no botão Editar do armazém/lote gerado e ajuste o armazém, lote e a quantidade. Se necessário completar a quantidade, clique no botão Incluir para informar outro armazém/lote.

    OS/OP

    Esse campo é preenchido automaticamente com vínculo do número da ordem de produção.

    Natureza

    Campo obrigatório. Selecione uma natureza para justificar a movimentação do estoque. Será preenchido de forma automática quando informado no campo Nat Padrão Requisição do cadastro do produto.

    Histórico

    É um campo livre para digitação de alguma observação sobre o movimento.

  3. Ao finalizar clique em Gravar.

 

 

Realizando uma transferência icone roteiro

A operação de transferência dentro da tela de ordem de serviço serve apenas para facilitar o processo de movimentação do estoque, uma vez que não afeta o custeio da OS.

Você notará que o movimento de transferência não fica registrado na tela da ordem de serviço. Será criada uma ordem de produção, com a requisição do produto de origem e a produção para o produto destino.

É possível transferir para um outro produto, considerando que será levada a quantidade e o custo do produto origem. Da mesma forma, pode-se destinar para armazém e lote diferentes.

  1. Clique no botão +Requisição/Devolução.
  2. Marque o botão de opção Transferência, e preencha os campos conforme a seguir:

    Área Esquerda – Produto Origem

    Produto

    Selecione o produto origem para transferir.

    Armazém

    Selecione o armazém de saída do produto.

    Variável

    Caso o produto possua variável, marque o item a ser movimentado.

    Quantidade

    Informe a quantidade a ser movimentada.

    Armazéns/Lotes

    Utilize esse botão para especificar o armazém e/ou informar lote a ser movimentado.

    Na tela de edição dos armazéns/lote, clique no botão Editar do armazém/lote desejado e informe a quantidade. Se necessário completar a quantidade, clique no botão Editar de outro armazém/lote.

    Caso o parâmetro Carregar os lotes automaticamente na inclusão de itens no Faturamento/Receita esteja habilitado, os lotes já serão sugeridos automaticamente.

    Natureza

    Selecione uma natureza para registrar a movimentação de saída.

    Histórico

    Campo livre. Utilize para informar observações adicionais sobre a transferência.

Área Direita – Produto Destino

Produto

Selecione o produto de destino que receberá a quantidade e o custo.

Armazém

Selecione o armazém de entrada do produto.

Variável

Caso o produto possua variável, marque o item a ser movimentado.

Armazéns/Lotes

Utilize esse botão para especificar o armazém e/ou informar lote para destino da transferência.

Na tela de edição dos armazéns/lote, clique no botão Editar do armazém/lote desejado e informe a quantidade. Se necessário completar a quantidade, clique no botão Editar de outro armazém/lote.

Submit

    Digite um termo para pesquisa com um mínimo de 4 caracteres.